20 atitudes que diferenciam um professor de inglês eficiente

20 atitudes que diferenciam um professor de inglês eficiente

Todos nós sabemos que não existe perfeição, mas isso não pode servir de desculpa para não buscarmos evolução. Todos nós temos pontos a melhorar e para ajudar alunos e professores de inglês a reconhecer o que está bom e o que precisa mudar.

Abaixo está um guia de características que diferenciam quem realmente sabe ensinar a língua. Veja se seu professor está “mandando bem” e se ele será decisivo no seu projeto de chegar à fluência no inglês.

Organização e clareza

• Dá explicações claras
• Sempre está preparado para as aulas, ou seja, faz sua”lição de casa”
• Consegue abordar temas áridos de uma maneira simples e de fácil compreensão para os alunos
• Usa exemplos; dá detalhes; faz analogias, metáforas e aborda o material do curso de várias maneiras, não só para facilitar a compreensão, mas também para proporcionar maior retenção do conteúdo
• Foca nos objetivos, necessidades e realidade dos alunos.

Interação

• Faz uso do que existe de melhor nas várias metodologias existentes
• Explora as nuances e peculiaridades do idioma
• Discute temas variados
• Motiva, orienta, utiliza e dá dicas de recursos adicionais, tais com aplicativos, sites, livros etc
• Respeita o estilo e ritmo de aprendizagem dos alunos, sem por isso deixá-los em sua zona de conforto
• Cobra a realização de atividades extraclasse
• Mantém vários canais de comunicação com os alunos
• Sinaliza os erros e o que os alunos precisam melhorar, ou seja, dá feedback constante
• Elogia o progresso dos alunos
• Está preocupado com a qualidade de suas aulas e o desenvolvimento dos alunos
• Sai do script sempre que precisar a fim de garantir o resultado necessário

Dinamismo e entusiasmo

• É autoconfiante
• É dinâmico e alto astral
• Demonstra paixão pelo que faz
• “Gosta de gente”

Por fim, um ótimo professor precisa ter um excelente nível linguístico no inglês, estudar constantemente e manter-se atualizado.

É preciso tomar cuidado porque há várias pessoas que estão professoras, não são professoras. Isso faz muita diferença na entrega das aulas.. O perfil acima foi adaptado do esquema desenvolvido por M. Hildebrand, 1971.

Fonte: Exame.com

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − 6 =