Prefeitura de SP contratará 5.000 mães de alunos para trabalhar em escolas

Prefeitura de SP contratará 5.000 mães de alunos para trabalhar em escolas

A Prefeitura de São Paulo vai contratar 5.000 mães de alunos da rede municipal de ensino para trabalharem como monitoras. Elas receberão um salário de R$ 1.155 por mês por seis meses.

O objetivo do programa é que as mães atuem na fiscalização da adoção dos protocolos sanitários e de distanciamento social nas escolas da rede para a volta às aulas.

A carga de trabalho será de 24 horas por semana junto com outras seis horas para cursos de capacitação profissional. A prioridade do programa será receber mães de alunos de escolas públicas ou mulheres que morem nas comunidades onde elas estão situadas.

Elas deverão ter entre 18 e 50 anos de idade, estar desempregada há mais de quatro meses, além de não receber benefícios como seguro-desemprego. A renda familiar também não poderá exceder meio salário-mínimo.

Cada escola da rede municipal deverá ter três mães para o trabalho de monitoria. A prefeitura ressalta que as contratadas “não substituirão os trabalhadores efetivos ou terceirizados que atuam nas unidades educacionais”.

Em nota, o secretário municipal de Educação, Fernando Padula, disse que, “em uma situação de emergência como a que vivemos hoje, cabe ao poder público adotar medidas com a finalidade de capacitar trabalhadores desempregados e garantir um mínimo necessário à sobrevivência das famílias”.

 

Fonte: G1

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − dez =