Na rede privada, quase metade dos alunos têm financiamento ou bolsa

Na rede privada, quase metade dos alunos têm financiamento ou bolsa

Dos 8,4 milhões de alunos matriculados em cursos de graduação, 75% estudam em alguma instituição de ensino privada. Ou seja, de cada quatro estudantes, três estão na rede particular.

Desse total de 6,3 milhões de estudantes, 46,8% contam com algum tipo de financiamento ou bolsa. Essa é a maior taxa registrada desde 2009, quando o índice era de 23%, como mostra o mais recente Censo da Educação Superior, divulgado pelo Inep.

A participação do Fies, que já respondeu por 53% do total de financiamentos e bolsas, hoje é de apenas 27%. A proporção do ProUni também caiu para 19%, o que levou a um aumento da participação de outros programas, o que inclui as bolsas não reembolsáveis.

Presença desigual

O Censo da Educação Superior também mostra que a rede privada é predominante no Brasil, mas apenas de maneira geral. Na Paraíba e no Rio Grande Norte, o número de alunos nas redes privada e pública é praticamente igual. A situação é praticamente equilibrada também no Tocantins, Pará e Acre. Em Roraima existe uma relação inversa – e única: trata-se do único estado brasileiro onde há mais universitários na rede pública.

No lado oposto está São Paulo, onde há quase 5 alunos na rede privada para cada aluno na rede pública. No Distrito Federal e em Rondônia a proporção também é alta.

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 4 =